Tempo, tempo, tempo…

Amanhã faz um ano que escrevi o último post desse blog, não porque não quis mais falar sobre política, mas porque as voltas que a vida dá me deixaram meio que sem saber o que escrever diante de tudo o que vinha ocorrendo. Mas já faz algumas semanas que ando namorando o blog e pensando se deveria voltar a escrever e, mais importante de tudo, o que deveria escrever.

Pode parecer muito fácil para quem lê, mas para quem escreve nem sempre o processo de criação de uma postagem é simples, principalmente quando você colhe informações de fontes secundárias. Em tempos de impeachment isso fica cada vez mais claro, sempre soube que a imprensa nunca foi parcial, mas é muito diferente quando você enxerga manipulações grotescas com os próprios olhos.

Já disse várias vezes que não acho que a minha opinião seja melhor ou pior que a de ninguém, ela só é minha e depois de um ano recolhida senti vontade novamente de escrever. Não para contaminar as pessoas com as minhas ideias, mas para que no futuro eu possa ler o que escrevi hoje e perceber se houve evolução no meu pensamento.

Auto avaliação é uma coisa muito difícil, mas aproveitei o momento de nostalgia e olhei outro blog que escrevia na época da faculdade em conjunto com algumas amigas e foi interessante ver quem eu era naquela época. Cinco anos depois vi que algumas coisas mudaram, alguns argumentos eram rasos demais até para um blog, mas ainda assim eu achava que estava arrasando e me sentia super bem por escrever.

Aproveitando a dica do meu marido, acho que vou continuar a falar de política aqui, só que de uma forma diferente. De um jeito que eu consiga entender melhor os conceitos da Teoria Política e guiada pelos precursores do pensamento político, quem sabe assim essa loucura que está acontecendo não passa a fazer mais sentido…

Sem querer provar que o meu argumento é melhor do que o do outro eu vou seguindo e escrevendo para que a Ana do futuro possa entender como suas opiniões a guiaram até o ponto que ela estará.

Por Ana Paula Ramos

Anúncios

Vem pitaquear!

É carnavaaal! O país está em festa e o OP também! Como já contei em outro post, nosso blog faz um ano no próximo dia 24 e como comemoração farei um post com tema escolhido pelos leitores do blog. Os temas estão na enquete abaixo e você pode votar em qualquer um deles e também pode sugerir um tema diferente através de um comentário.

Se você estiver pensando: “Ah, não vou sugerir um tema novo porque a chance de ganhar é menor”, não se engane! Vou olhar sua sugestão e utilizar como inspiração para outros posts também! Então toda contribuição é bem vinda e espero que vocês voltem mais vezes e com mais sugestões também!

Esse espaço é nosso, a política interfere em nossa rotina e por mais que a gente esperneie e diga que não goste não tem como correr disso. Quanto mais nos informarmos e fizermos questão de participar de cada detalhe mais poder de interferência teremos, porque assim saberemos o que queremos.

Vota, compartilha e comenta!

Por Ana Paula Ramos

Novidades de aniversário!

Bem amigos do OP!

Oficialmente começam hoje as festividades de aniversário do nosso blog. No dia 24 de fevereiro faremos um ano de postagens, sei que deixei vocês na mão em vários momentos, mas as coisas estão ficando mais tranquilas e estou conseguindo manter um ritmo legal de postagens.

Comecei as alterações acrescentando uma categoria nova: Textos para pensar. Agora é hora de fazer uma enquete, que para dar certo precisa da participação de cada um de vocês. Basta escolher o tema que mais te interessa entre os que estão listados na enquete, caso você prefira que eu falei sobre outro tema basta sugeri-lo nos comentários do post.

Compartilhe com os seus amigos e vote até o dia 19 desse mês. O resultado sai no dia 20 e o texto será publicado no dia 24, quando o blog completa um ano. Conto com a participação de vocês!

Por Ana Paula Ramos

Afinal, o que é o PIB?

Quando o assunto é economia todo mundo insiste em falar em um tal de PIB. Todo mundo sabe que ele é importante para o crescimento e estabilização da economia do país, mas o que significa essas três letrinhas? Acho que a maioria tem uma ideia geral, mas não sabe explicar com exatidão a importância dele para a nossa vida.

Felizmente, o G1 fez uma explicação bem simples para que possamos entender porque o Produto Interno Bruto influencia tanto a nossa vida. Logo de cara eles explicam o que é o PIB e o objetivo de mensurá-lo, em seguida colocam as variáveis que entram e não entram nessa conta. Depois jogam uma luz sobre como é feito o cálculo e para finalizar de onde vem os dados que entram nessa conta.

É o melhor resumo que eu já vi e como eu adoro infográfico e eles usam e abusam desse recurso não podia deixar de compartilha-lo. Espero que depois de ler vocês consigam entender e dividir com os amigos o que é o PIB e porque ele é tão importante para a economia. Clica AQUI e entenda a essência dessas letrinhas.

Por Ana Paula Ramos

Conhece o Data4Good?

Eu sei que tenho apresentado poucas postagens sobre acompanhamento político nos últimos tempos, mas eu tenho encontrado tantos projetos legais na área política que vale a pena dar uma parada na programação normal para apresentar para vocês. E no fim das contas o objetivo do blog é democratizar a política, então nada mais justo que compartilhar iniciativas legais que tem o mesmo objetivo que eu.

Depois de me explicar (porque é provável que eu apresente mais projetos legais) vamos ao que interessa! Hoje é o dia do Data4Good, antes de qualquer coisa acesse o site AQUI e conheça a ideia da Tatiana Capitanio, idealizadora do projeto.

Na descrição do site encontramos uma explicação simples e direta do que é a proposta:

Data4good é um movimento que acredita que o acesso à informação, sua compreensão e disseminação são fundamentais para resolver problemas de interesse público, apoiando e encorajando consciência social e mudanças para o bem.

Nós acreditamos que informação gera mudança, pois permite a melhor compreensão de determinado cenário, e ação no sentido certo. Porém, as diferenças do acesso à informação e da capacidade de interpretação são alarmantes em nosso país. Os dados de interesse público são muitas vezes de difícil acesso, com organização precária, e comunicados de forma parcial.

Por meio do Data4Good, nos propomos a trazer estes dados para os cidadãos, de forma simples, bonita e interessante; e junto com as informações, oferecer dicas de como cada um de nós pode agir para mudar estes cenários.
Publicaremos infográficos semanais sobre as mais diversas áreas de interesse público, junto com dicas do que cada pessoa pode fazer para mudar esta realidade.

Tive a oportunidade de conversar com a Tatiana por e-mail e o mais legal é perceber como ela acredita que os dados podem ser utilizados para promover bem estar social. Organizações não governamentais podem entender melhor como ajudar o público da região que atuam, pessoas podem criar novas iniciativas depois de saber das necessidades de determinado grupo/tema.

O mais interessante é que o site quer promover um debate e incitar as pessoas a ação. Se 20% da população de determinada cidade está com problemas de saneamento básico qualquer um pode propor alguma ideia e procurar meios de executá-la para que tudo possa ser resolvida com ajuda ou não do governo.

Passear pelo site e ver os infográficos de cada tema é uma boa pedida!

Por Ana Paula Ramos

Projeto Brasil

Essa semana está sendo muito produtivo no quesito descobertas e agora acabei de conhecer mais um projeto que também envolve a popularização da política, mas já está rodando (Ao contrário do Politize! que ainda precisa da sua doação para sair do papel definitivamente. Conheça e doe AQUI).

A startup é composta por sete jovens que tiveram a ideia de tornar a política brasileira mais transparente, competente e democrática:

 Queremos informar, engajar e aproximar políticos e cidadãos

Sabe como eles fizeram isso? Trazendo todas as propostas dos candidatos a presidência para a plataforma de forma mais simples e instigando o público a compará-las seja lendo, fazendo testes cegos ou através do game Urna FighterCombat.

Nessa primeira etapa, o Projeto Brasil oferecerá ao cidadão a oportunidade de conhecer, avaliar e comparar os candidatos com base em suas propostas, histórico eleitoral, profissional e pessoal, entre outros parâmetros. você poderá ainda compartilhar, avaliar e comentar todas as políticas públicas propostas pelos candidatos.

O visitante está em contato com as propostas dos candidatos o tempo todo e pode passar pelo site várias vezes até conseguir entender o mundo de propostas dos concorrentes. Sabe qual é a parte mais legal?

A proposta não acaba no fim da eleição! Depois de possibilitar essa interação gigantesca entre os candidatos, suas propostas e a população, o Projeto Brasil vai entrar em sua segunda fase:

Durante o governo

O Projeto Brasil guarda todas as propostas e promessas feitas durante a campanha (memória do eleitor);

O Projeto Brasil acompanha o político eleito e informa a população sobre o cumprimento ou não das propostas feitas durante a eleição;

A população poderá ainda sugerir propostas, opinar sobre o que está sendo feito e cobrar a execução das promessas de campanha;

Ao final do mandato, a população saberá quais as propostas foram executadas pelo político e estará mais preparada para decidir seu voto;

Ou seja: Depois de mastigar os planos de governo para facilitar a leitura eles ainda vão nos ajudar a fiscalizar aqueles que elegemos. Tudo isso sem cobrar um centavo sequer de quem usa o site.

Juntando o Politize! que vai destrinchar os sistemas partidário e eleitoral e o Projeto Brasil unimos informação a fiscalização em apenas dois sites. Depois disso não dá para ficar dando desculpas de que política é difícil ou chata, né?!

O objetivo é um só: Fazer com que a política deixe de ser esse bicho de sete cabeças e tudo fique mais simples para mim, para você, seus amigos e o vizinho.

Tá esperando o que para espalhar para todos que você conhece? Visite o site AQUI e divirta-se!

Por Ana Paula Ramos

O que você tem a ver com a Política?

Tem certas iniciativas que devemos tirar o chapeu para quem as inventa e essa foi a sensação que tive quando uma amigo me contou sobre o Politize. Para quem ainda não conhece assiste esse vídeo aqui embaixo e depois a gente continua a conversar:

Basicamente o Politize será um portal de educação política onde você encontrará conhecimento de alta qualidade sobre o que há de mais importante para ser um cidadão consciente. Algumas questões serão tratados no site:

1. Funcionamento do Sistema Eleitoral e dos Partidos;

2. A organização do Estado e os diferentes papeis dos agentes públicos;

3. A elaboração das leis e das políticas públicas;

4. Arrecadação e uso do dinheiro público;

5. Os mecanismos e formas de participação popular.

Vários outros temas também serão abordados, mas o que importa é que para o Diego Calegari e a galera que está por trás da ideia conseguirem tirar tudo isso do papel eles precisam da sua contribuição. Acessando o Catarse, plataforma de financiamento de projetos públicos, você pode conhecer um pouco mais sobre o projeto e as formas de ajudar. Eles tem mais cinco dias para atingir a meta deles e precisam mais do que nunca da sua ideia.

Se só o vídeo não foi suficiente para te convencer a ajudar e divulgar, dá uma olhada na postagem piloto que eles disponibilizaram AQUI. É muito didático e vai ajudar muita gente a entender melhor o mundo da política. Dá para conhecer um pouco mais pelo site deles também AQUI.

Se queremos que a próxima eleição seja melhor que essa é melhor começar a fazer alguma coisa desde já!

Por Ana Paula Ramos