Entrevista com os presidenciáveis: Aécio Neves

A Globo News está com um programa bem interessante sobre as Eleições e estão fazendo uma série de entrevistas com os principais presidenciáveis além de passar pelas propostas dos candidatos sobre alguns temas. O primeiro entrevistado foi o candidato Aécio Neves e se você perdeu o programa pode assistir a íntegra bem aqui:

O primeiro tema foi o corte de gastos, uma das maiores sombras que assolam o governo no momento junto com o aumento de tarifas (para quem não lembra já está confirmado o aumento da tarifa de energia para o próximo ano). Aécio confirmou essa expectativa e aproveitou para alfinetar o governo dizendo que os analistas formularam essas hipóteses com base no descontrole fiscal e na falta de transparência do governo Dilma.

Logo em seguida a jornalista perguntou se ele fará o ajuste fiscal necessário e ele afirmou que esse ajuste não ocorrerá do dia para a noite, mas defende que se vencer trará uma política fiscal mais austera e transparente do que a utilizada pelo governo atual. Sobre a inflação ele descartou a possibilidade de trazê-la para o centro da meta (a desse ano é de 4,5%, mas o governo que vinha sendo criticado por operar nas bandas já afirmou que não teremos inflação menor que 6,5%) no próximo ano, ele disse que as medidas serão tomadas após conversas com sua equipe de governo, mas que esse retorno só será possível depois de 2 ou 3 anos de governo.

Ele fala também sobre a redução de cargos comissionados e de ministérios, que é uma questão bem sensível do governo atual. Ele também falou de vários outros temas como a reestatização de empresas, que me deixou bem intrigada já que foi o partido dele que levantou a bandeira neoliberal,  e também citou uma frase de seu avô para agregar mais valor a sua causa.

Percebi que ele tem um discurso bem fundamento e ele não se atrapalha com os pensamentos. A entrevista correu bem tranquila e a jornalista teve oportunidade de ouvir respostas claras e sem muito rodeio. Se eu não soubesse que algumas alas do partido estão bem descontentes com o descaso adotado já em período eleitoral não seria por essa entrevista que eu desconfiaria de algumas rupturas. Vamos ver se ele vai lembrar da juventude até o final da campanha.

Por Ana Paula Ramos

Anúncios

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s