Arruda e a Justiça

Em entrevista ao Correio Braziliense (Vou colocar a íntegra aqui no blog ainda essa semana, aguardem!) Arruda disse que confiar na Justiça foi sua única saída após o escândalo (que ele chama de golpe) do mensalão do DEM. Pois bem, o TJDFT manteve a condenação do ex-governador e atual candidato ao governo do DF.

Arruda

Essa decisão foi tomada em segunda instância, pois ele já havia sido condenado por improbidade administrativa na primeira. Agora fica no ar a polêmica em torno da permanência de sua candidatura ao Palácio do Buriti. A jurisprudência utilizada até agora tende a verificar a situação do candidato no momento do registro, que foi no último dia 5, como ele só foi condenado na quarta feira, dia 9, pode ser que seu nome seja mantido para as eleições. Mesmo assim pode ser que ainda haja surpresas no caso, pois o Ministério Público Eleitoral lançou uma nota dizendo que vai avaliar o impacto da decisão no processo eleitoral, o que pode afastar Arruda da política novamente.

Enquanto ninguém se decide, o PR (partido de Arruda) já avisou que o nome de Arruda está mantido para as eleições. Vale lembrar que esse julgamento só foi possível porque Joaquim Barbosa (enquanto ainda era presidente do STF) cassou a liminar do ministro Napoleão Nunes Maia do STJ que havia suspendido o julgamento pelo TJDFT. Só por conta dela, a candidatura de Arruda foi possível antes da confirmação da condenação. Coincidência, não?

Agora vamos conversar uma coisa séria, mas antes responda essa pergunta: Você deixaria o seu filho ser cuidado por uma babá excelente que foi condenada por pedofilia? Se a resposta for não então você concorda que alguém que foi condenado por improbidade administrativa não pode administrar uma cidade, certo?

Para mim a decisão do MPE é indiferente, pois eu não voto em candidato comprovadamente corrupto. Já não é a primeira vez que Arruda demonstra que não tem a melhor índole, então porque as pessoas insistem em votar nele? É tão simples não dar confiança, deixar ele ser punido e pagar pelos crimes. Se você vota em corrupto porque é beneficiado por ele, por mais que seja indiretamente, por meio de obras para a cidade, você é tão corrupto quanto ele.

Chega de ficar dando nossos cofres para quem a gente sabe que vai roubar no carão. O fato de fazer algo pela cidade não o torna menos ladrão…

Tá na hora de dar um basta em tudo isso, ainda não sei se com os nomes que temos esse basta vai chegar, mas ter convicção de quem não deve ser votado talvez seja melhor do que saber em quem votar. Você ainda tem até outubro para decidir, use a cabeça.

Por Ana Paula Ramos.

Anúncios

Um pensamento sobre “Arruda e a Justiça

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s