Da série: Coisas que não fazem o menor sentido

A saga do PDT-DF com o PT está longe de terminar. Eu já disse que Reguffe e Cristovam se recusaram a apoiar a candidatura de Agnelo no DF, mas o que o PDT nacional teve que fazer foi encontrar uma solução para não perder tempo de tv na coligação local. A saída encontrada pelo presidente Carlos Lupi foi permitir a candidatura de Reguffe ao senado e o apoio a Rodrigo Rollemberg (PSB-DF) para o governo, mas não houve negociações quanto ao apoio a Eduardo Campos. O PDT-DF vai ter que apoiar Dilma nas eleições desse ano e não tem mais para onde correr. O martelo foi batido hoje em reunião entre lideranças nacionais e locais.

A nossa política anda tão bagunçada que para não perder a vitória certa com Reguffe, que ameaçou sair do partido caso fosse obrigado a apoiar Agnelo, o PDT fará uma coligação com partidos que se opõem. Alguém consegue encontrar sentido nisso? No governo local você apoia um e na presidência você apoia outro, mas os dois tem correntes ideológicas diferentes e se degladiam diariamente em rede nacional.

Os valores estão invertidos mesmo…

Por Ana Paula Ramos

Anúncios

Um pensamento sobre “Da série: Coisas que não fazem o menor sentido

  1. É mesmo difícil de entender o fato de alguém apoiar pessoas de partidos que não tem a mesma visão e vivem se confrontando… a não ser quando olhamos para o foco do interesse político (politicagem – a política da sacanagem) onde o interesse está em manter-se no poder a qualquer custo. Será que vale à pena votar em políticos assim?

    Curtir

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s