Eleições – Colômbia

Na última semana a população Colombiana foi as urnas eleger seus representantes legislativos. Essa escolha é importante porque refletirá diretamente na finalização das negociações do Acordo de Paz com as FARC (Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia). Entretanto a divisão que está presente dentro dos partidos políticos do país se refletiu nas urnas e o Congresso agora está dividido. O próximo presidente não terá folgas grandes nas votações e os partidos menores farão bastante diferença.

Álvaro Uribe é ex-presidente da Colômbia e nas eleições de 2010 apoiou a candidatura de Santos, que era seu ministro da Defesa. Quando Juan Manuel Santos resolveu negociar com as FARC os dois romperam e Uribe mudou de partido e nessas eleições foi o senador mais votado do país. Seu partido conseguiu 19 cadeiras no senado e o de Santos 47, ao todo são 102 cadeiras. Por não ter mais a maioria absoluta, Santos vai precisar dialogar com a oposição e os outros partidos. Considerando que vários representantes dos partidos menores são a favor do acordo de paz, é provável que em poucas negociações ele seja aprovada. A menos que Uribe consiga a façanha de conquistar o voto da maioria.

Santos

Eleições Presidenciais

O embate entre Uribe e Santos, ainda não está nem perto de acabar, pois em maio haverá eleição presidencial e Santos é candidato a reeleição. Ao que tudo indica, a população está contente com o governo dele e, de acordo com as pesquisas, ele tem 32,5% das intenções de voto. Entretanto ele terá que enfrentar mais quatro oponentes:

  1. Óscar Iván Zuluaga, do partido Centro Democrático. Foi ministro da fazenda e é o candidato de Uribe nessas eleições. Ele fechou contrato com o Duda Mendonça para fazer a campanha dele, mas por enquanto ele está em segundo lugar com 15,6% da preferência. Vamos ver se Duda conseguirá operar esse milagre.
  2. Clara López, do partido Polo Democrático Alternativo. É a candidata de esquerda, que tenta ser a primeira mulher a chegar a presidência da Colômbia. Foi candidata a vice presidência nas últimas eleições e escolhida por Santos para ser Prefeita de Bogotá. Na última pesquisa apareceu com 4,9% dos votos.
  3. Marta Lúcia Ramirez, do partido Conservador. Foi Ministra de Negócios Internacionais, embaixadora (sim, embaixatriz é a esposa do embaixador, não confundam) da Colômbia na França, Ministra da Defesa e Senadora. Nas pesquisas aparece com 7% dos votos.
  4. Enrique Peñalosa, do partido Verde. Foi prefeito de Bogotá até 2001 e atualmente participa mais de ações na área privada. Nas últimas pesquisas apareceu na terceira colocação com 11,3% das intenções de voto.

Para ganhar no primeiro turno Santos precisará reunir 50% mais um voto do total. Em nenhum dos cenários das pesquisas ele consegue bater seus oponentes no primeiro turno, mas a preferência por ele tem aumentado nos últimos resultados apresentados. Independente disso, nos cenários projetados para o segundo turno, Santos vence qualquer um dos seus oponentes.

As vezes é importante ficar de olho nos vizinhos, mais notícias sobre a Colômbia em breve.

Por Ana Paula Ramos

Anúncios

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s