Da Série: Coisas inacreditáveis

Aqui em Brasília a corrida pelo governo continua a todo vapor. Além da candidatura de Agnelo Queiroz (PT-DF), que já foi praticamente confirmada pelo partido, agora quem está dando sua candidatura como certa é José Roberto Arruda (PR-DF). Sim, o governador eleito em 2006 que teve o mandato cassado por infidelidade partidária (“saiu” do DEM e ficou sem partido). Vale lembrar que tudo isso aconteceu porque Arruda recebeu dinheiro de Durval Barbosa (já esqueceu do mensalão do DEM? Então clica AQUI e refresca a memória) alguns anos antes.

Na chapa de Arruda, Liliane Roriz (PRTB-DF) aparece como candidata a vice e ele conta com o apoio do próprio Joaquim Roriz e de Luiz Estevão (aquele que teve o mandato cassado na Câmara com a ajuda de Arruda). Ao que tudo indica o empresário Paulo Octávio vai apoiá-lo também e Gim Argelo também já declarou solidariedade a candidatura de Arruda. Agora eles estão em busca do apoio de Alberto Fraga (DEM-DF) [sim aquele que aparece na tv quase todos os dias dizendo: Governador, respeita o povo], que foi condenado ano passado por porte de arma e usava verba da câmara para pagar a empregada. Na conta do Fraga tem ainda o escândalo do DFTrans, que ainda não tem provas de que ele estava envolvido, mas o coordenador do esquema foi Júlio Urnau, que indicou o seu nome para assumir a secretaria de transporte na época.

A ficha corrida dessa chapa é grande, mas sabe o que é mais engraçado? Aparentemente eles têm chances de ganhar. Por enquanto seu maior opositor é Agnelo cujo governo, de acordo com a última pesquisa, tem aprovação de apenas 9% da população do DF. A atuação pífia do governo petista nos últimos quatro anos dificilmente obterá aprovação da população nas urnas, mas as propagandas ridículas do governo tentam modificar isso. As pessoas parecem meio aliviadas pelo fato de Arruda voltar a concorrer, mas é importante ressaltar que ele ainda responde a processos na justiça e alguns, como o de improbidade administrativa, podem torná-lo inelegível e caso ele ganhe o DF pode ficar sem governador de novo.

O mais intrigante é que Arruda vem com a convicção de que não deve jogar nada para baixo do tapete e pretende ele próprio mostrar as imagens que recebe dinheiro de Durval. Em sua defesa vai dizer que recebeu o dinheiro ANTES de ser eleito. Porque realmente isso desqualifica o crime e o torna um candidato probo. A distorção de valores não termina  por aí, olha o que ele disse:

“Ficaram quatro anos tentando me tornar inelegível e não conseguiram”

Reparem como esse jogo de palavras o torna uma vítima do sistema. Com essa declaração simples parece que ele foi investigado e afastado não pelo crime que ele cometeu e sim por intriga da oposição. Não caiam nessa esparrela, por favor. O fato de o vídeo ter ido para as mãos da polícia pode ter sido por interesse político, mas o crime existiu e não há o que contestar. Arruda recebeu dinheiro assim como violou o painel da Câmara e uma série de outros crimes. Por isso, caros leitores, não se deixem confundir por palavras mansas e atenham-se aos fatos.

Na política essa história de segunda chance não tem dado certo ao longo dos anos. Aliás, se vocês prestarem bem atenção, o Arruda já teve muitas segundas chances e dessa vez ele ainda fez questão de se aliar a políticos ainda mais corruptos que ele então dá para duvidar da credibilidade desse governo. Se você é do tipo que prefere ver obra na cidade mesmo sabendo que o gestor está levando vantagem, reveja seus conceitos. O Roriz, por exemplo, deu terreno para boa parte da Samambaia e da Ceilândia, ganhou eleitores eternos, mas roubou tanto que agora está inelegível. E esse desvio, ao contrário do que muitos pensam, fez falta sim. Para exemplificar, a classe de professores ficou sem reajuste salarial por 7 anos durante o governo dele. E não me venham dizer que os professores do DF são os que mais ganham no país porque eu duvido que você fique satisfeito se o seu salário ficar congelado por sete anos.

Para finalizar, acho que um vídeo que recebi de um amigo merece atenção. Olha aqui embaixo e me diz o que acha desse discurso:

Algumas frases me chamaram a atenção:

“Quatro anos se passaram desde a tragédia que se abateu sobre nós”

“Quero falar olhando no olho de todo mundo, faz quatro anos que não faço discurso”

“Nós não estamos aqui por acaso”

“Se não nos derrubassem no tapetão, não nos venceriam nas eleições”

Para Roriz, que o procurou oferecendo apoio, ele disse:

“Se você quiser me apoiar de verdade indica como vice alguém da sua família porque aí eu não preciso explicar nada para ninguém”

E é isso. Eu preciso de um candidato que faça o que é necessário para a cidade sem embolsar dinheiro público. E você?

Por Ana Paula Ramos

Ps.: Agradeço ao Douglas por me dar o incentivo que faltava para escrever sobre o tema polêmico e ao Nilson por compartilhar o link do vídeo.

Anúncios

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s