Farra com dinheiro Público, o retorno

O senado, mais uma vez, surpreende a todos com a sua benevolência. A bola da vez é o pagamento do plano de saúde a senadores que foram cassados ou que não cumprem mandato na casa. O jornal O Estado de SP teve acesso as tabelas de reembolso de 2012 e comprovou que havia notas em nome do ex-senador Expedito Junior. Para quem não lembra, Expedito teve  o mandato cassado, em 2009, pelas acusações de compra de votos e abuso de poder econômico nas eleições de 2006.

Em junho de 2012, Junior recebeu reembolso de R$19.238,60 referente a tratamento médico e odontológico para ele e sua esposa. Ao ser questionado sobre o assunto ele disse o seguinte:

“Fiz uma cirurgia de hemorroida. Foi só essa cirurgia e minha esposa fez um check-up. Mas foi autorizado, passou antes por uma junta médica e foi feito. Acho que o Senado que pagou, né?”

Um senador cassado entrega as notas de gastos que ele teve com médicos ao senado e acha que o dinheiro veio de lá. E ainda justifica dizendo que a junta médica autorizou. Vamos ensinar uma coisa a ele. Quando você entra em uma empresa que oferece plano de saúde você utiliza o plano, quando você sai, você não usa. Primeiro porque se a empresa for pagar plano para todos os funcionários que já saíram ela vai quebrar e segundo porque se você não está na empresa, você não é funcionário dela e, por isso, não pode usufruir de um benefício exclusivo a funcionários.

Mas a farra com dinheiro público não para por aí. Francisco Escórcio (PMDB-MA) e Esperidião Amin (PP-SC) são deputados, mas continuam utilizando o plano do senado por considerarem que ele é muito melhor que o da Câmara. Amin entregou uma nota de R$ 15 mil reais gastos com tratamentos médicos e odontológicos dele e da esposa. e, como se não bastasse, Angela Amin (a referida esposa) ainda disse o seguinte:

“Se o ex-senador tem direito, por que o ex-senador investido momentaneamente em um mandato de deputado federal perde o direito?”

Meu cérebro deu um nó com essa declaração. Vamos conversar um pouco sobre instituições. A Câmara é uma instituição, o Senado é outra. Juntas elas formam o Congresso Nacional, certo? Se a Câmara tem um plano de saúde para os deputados e o Senado outro para os senadores qual a razão de um deputado usar o benefício do Senado?

Dinheiro-jogado-fora

Eu sei que o plano é vitalício. Todo mundo sabe, mas POR QUE ? Volto a usar o exemplo do ex-funcionário da empresa. Nenhuma empresa bem sucedida paga plano de saúde para quem não trabalha mais no local. Em muitos casos funcionários aposentados também não recebem o benefício. Vamos combinar que essa manobra não é sustentável economicamente. Não passa nem perto disso, pois, entre 2008 e 2012, a casa gastou cerca de R$ 6,2 milhões/ano com plano de saúde e o senado tem, tecnicamente, 81 senadores, seus assessores e demais funcionários para bancar. Eu gostaria de saber quanto uma empresa como o Google gasta com o plano de saúde de seus funcionários. Tenho a impressão que não deve ser tudo isso e se for deve ter uma regra de proporção bem diferente.

Eu gostaria de frisar só mais uma coisa antes de terminar. Esses 6 milhões anuais foram pagos com dinheiro do contribuinte. Os senadores não pagam NADA pelo plano de saúde deles. Nem um mísero centavo. Eles fazem a despesa, pagam e enviam a nota para serem reembolsados. O único limite que existe é o de R$ 25,9 mil para gastos odontológicos, mas alguns senadores gastam mais e para burlar as regras recorrem a cota não utilizada de outros anos (Hãn?).  E ainda tem mais, o plano banca as despesas de senadores, ex-senadores e dependentes. Se o titular morrer, o cônjuge continua utilizando a carteirinha. Sim, tudo isso é pago com o dinheiro que saiu do seu bolso e não foi para a educação, nem para a (nossa) saúde, nem para a segurança e nem para lugar nenhum.

Pronto, já podemos voltar para a rua.

Por Ana Paula Ramos

Anúncios

Deixe sua opinião

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s